Engenheira Queniana cria tijolos de plástico reciclado até 7 vezes mais fortes que concreto

por:
15/06/2021 as 15:27
De olho na Engenharia
Engenheira Queniana cria tijolos de plástico reciclado até 7 vezes mais fortes que concreto

A determinação e o conhecimento de uma engenheira queniana estão ajudando a eliminar a poluição plástica e a dar uma nova oportunidade para mais de 100 pessoas.

Decidida a oferecer soluções ao invés de ser mais uma pessoa reclamando, Nzambi Matee pesquisou maneiras de reaproveitar o plástico que ela via poluindo Nairóbi,  capital do Quênia onde ela vive.

Nzambi é engenheira de materiais e criou tijolos feitos de resíduos plásticos e areia que são até 7 vezes mais fortes que concreto. Ela também desenvolveu todo o maquinário usado na fabricação dos tijolos e fundou a Gjenge Makers, startup que reaproveita resíduos que antes poluíam o planeta.

Foto: Reprodução YouTube | UN Environment Programme

Os resíduos vem de empresas que iriam descartar plástico de polietileno de baixa e alta densidade. O material é levado a fornos de altas temperaturas e depois de aquecido, o polímero é misturado com areia e esta mistura é moldada com uma máquina hidráulica, produzindo uma variedade de tijolos usados para pavimentação.

“Usamos resíduos plásticos que não poderiam ser reciclados ou processados”, explica a engenheira. Os tijolos vêm em diferentes espessuras, cores e formatos e são vendidos por cerca de US$ 7,7 por metro quadrado.

Até agora, a startup já empregou mais de 110 pessoas e atingiu a capacidade de produzir até 1,5 mil tijolos por dia. Desde que começou a funcionar, em 2018, a empresa já reciclou mais de 20 toneladas de plástico.

Nzambi Matee avisa que este é apenas o começo. A ideia da empreendedora é triplicar a produção e oferecer esta solução para outros países do continente africano.

Foto: Reprodução YouTube | UN Environment Programme

Com o seu trabalho Nzambi recebeu o prêmio Jovem Campeã da Terra de 2020, para a África. O reconhecimento é feito pelo Programa Ambiental das Nações Unidas.

Nzambi Matee recebeu um prêmio das Nações Unidas pela criação de startup que recicla plástico na fabricação de tijolos. Foto: Reprodução YouTube | UN Environment Programme

Fonte: Ciclo Vivo

  • Que Maravilha, Como fazer para trazermos essa tecnologia para nossa Comunidade aqui no Brasil?

    • Parabéns! O plastico não se decompõe na natureza então ela foi muito inteligente…como podemos adquirir esses tijolos aqui no brasil ?

    • Olá, gostaria de mais informações sobre startup. Sobre os tijolos. Saber se há condições de funcionar aqui no DF/Brasil.

  • Muito importante legal

  • Vejam isto políticos de todos os continentes, vista está camisa e vamos tirar dos rios e mares bilhões de toneladas de plásticos q são jogados todos os anos,…basta ter competência e força de vontade,..

    • E acima de tudo tem que haver um programa de educação ao povo para que não joguem lixo em todos os lugares

    • Esta mulher é maravilhosa se este produto se tornar popular o mundo se tornara um lugar melhor para a vida animal, em geral pra o mundo.

    • No Brasil, isso é impossível. Nossa política ambiental é supervisionada por políticos “irreciclaveis”, infelizmente.

  • Parabéns Nzambi, estás ajudando a todo planeta dando destinação a esse plástico.

  • Gostei da ideia. Parabéns para essa mulher guerreira. Aqui no Brasil tijolos de Cerâmica duplamente “queimados” estão empatando o preço de lá.

  • Legal como trazer pra cá pro brasil

    • Interessante muito bom

  • Bom Sra hengeneira traga para o Brasil é fantástico

  • A mãe ‘AFRICA’,está aflorando felicidade por esta ideia inovadora e o meio ambiente agradece,à brilhante;Engenheira e Empreendedora NZAMBI.

  • Nzambi pode espalhar sua invenção para o mundo inteiro. Que venha para o Brasil… Mas essa não é a primeira invenção de tijolo plástico! Que venham muitas outras.

  • Parabéns adorei essa iniciativa…..

  • Olá boa tarde, gostaria de saber informações sobre esses tijolos, queria fazer uma casa aqui no Brasil com esses tijolos

  • maravilhoso ver jovens cientistas desenvolverem novos produtos que além de contribuir com a natureza, emprega pessoas para o seu desenvolvimento e sobrevivência, esperamos que ela inspirem outras pessoas no mundo para melhorar a nossa tão massacrada terra.

  • Que ótimo, orgulho para o povo negro!!

  • A ideia é ótima mas tenho uma dúvida quanto a resistência a temperatura e ao fogo.
    Em caso de incêndio uma casa fabricada com esses tijolos derreteria num piscar de olhos.

  • Profissional maravilhosa, engajada, talentosa , inteligente, que Deus ilumine seus passos e que seu exemplo contagie .

  • Que ser iluminado, que alegria para o povo africano ter uma engenheira tão visionária.

  • que maravilha ainda temos esperança pelo planeta

  • Parabéns Nzambi Mate por pesquisar maneiras de reaproveitar o plástico que viu poluindo Nairóbi, capital do Quênia onde vive e por criar tijolos feitos de resíduos plásticos e areia que são até 7 vezes mais fortes que concreto. E também por desenvolvar todo o maquinário usado na fabricação dos tijolos e fundar a Gjenge Makers, startup que reaproveita resíduos que antes poluíam o planeta.

  • Poderia usar em fundações, já que o plástico é pouco afetado pela água.

  • Waalll muito mas muito gratificante, necessitamos de pessoas que ao invés de reclamar reclamar.
    Temos sim que reclamar pois e nosso direito mas vamos agir também tiro o chapéu para essa guerreira.
    Só fiquei com uma dúvida mas qual e o tipo de argamassa que deve ser usada.

  • Já temos algo semelhante aqui no Brasil.

  • parabéns precisamos de muitas cabeças pensantes com ideias inovadoras e tirar do lixo tudo que se pode reutilizar, mas uma dúvida de uma leiga no assunto, o plástico não pega fogo,não que a madeira e outros não pode acontecer.

  • Magnífico!!!Nosso planeta necessita dessas alternativas!!!Vida longa!!!parabéns!!!

  • Parabéns! Precisamos essa tecnologia pro mundo inteiro!

  • Reciclar a natureza agradece e o retorno e sempre de benefícios

  • Parabéns!! Esses são os jovens que esperamos que nos substituam, salvando esse planeta que estamos acabando com ele.

  • Fiquei facinada com está ideia fabulosa , parabéns Nzambi Matee por nos proporcionar a oportunidade de diminuir uma poluição plástica, tão difícil de se desintegrar na nossa natureza, e a maior parte do que consumimos vem nelas, ótima saída, fantástico,que você faça muito sucesso em sua empreitada.

  • Parabéns pela iniciativa. Gostaria de saber qual o aproveitamento deste produto, se já existe alguma construção feita do mesmo e qual o sedimento para sua fixação e sua durabilidade?

  • Em São Bento do Sul SC já tem uma usina de lixo ,que transforma quase todo lixo em tijolos bloco ,tubos e paiver . Com essa usina terá uma diminuição muito considerável no descarte no aterro sanitário do município e gerando empregos na produção dos materiais

  • Meus parabéns pela sua criação
    Espero que chegue logo ao Brasil

  • Maravilhoso. Nossos jovens têm potencial, só basta , incentivo e uma boa educação . PARABÉNS!

  • Muito interessante essa iniciativa. O reaproveitamento e a reciclagem de resíduos que causam poluição ambiental, pela não consciência de um descarte correto, é extremamente necessária e, aliando a geração de empregos com uma valorização desses resíduos, se torna uma solução e viável economicamente e cria uma rede de coleta por meio de cooperativas de catadores.
    Parabéns pela iniciativa e fez jus ao reconhecimento da ONU.

  • O tijolo é resistente ao calor?

  • Muito bom sou pedreiro e gostei da ideia 👏👏👏👏👏