Telhados verdes apresentam ganhos para os centros urbanos

por:
23/04/2021 as 17:31
De olho na Engenharia
Telhados verdes apresentam ganhos para os centros urbanos

O estudo desenvolvido pela Universidade de São Paulo (USP) indica que o telhado verde é uma ferramenta importante para redução de impactos de ilhas de calor, principalmente em centros urbanos.

O geógrafo Humberto Catuzzo usou dois edifícios do centro de São Paulo para fazer uma análise: o Conde Matarazzo, sede da prefeitura de São Paulo, no Viaduto do Chá, com telhado verde, e o Mercantil/Finasa, na Rua Líbero Badaró, com laje de concreto. Os dois prédios estão sujeitos a condições atmosféricas e de insolação semelhantes, e durante um ano e 11 dias sensores mediram a temperatura e umidade relativa do ar dos telhados.

Catuzzo verificou que a temperatura no topo do edifício com o jardim apresentou menor aquecimento, e ficou até 5,3 °C mais baixa. Teve, ainda, maior umidade relativa do ar, com ganho de 15,7%.

Outras contribuições também devem ser levadas em conta. A redução de uso de energia elétrica, já que com um melhor conforto térmico nos edifícios, diminuiria a utilização do ar-condicionado e a melhora no escoamento pluvial para as galerias, reduzindo os estragos das enchentes.

A temperatura no centro de São Paulo é elevada em até 10°C por uma ilha de calor gerada pela grande circulação de veículos, pavimento e concreto. De acordo com Catuzzo, a instalação de telhados ecológicos solucionaria também a questão da falta de espaços no centro para áreas verdes.

Fonte do post: Estado de São Paulo
Crédito/fonte da foto: Aldeia Global