Sabão ajuda a despoluir rios e protege tradições incas no Peru

por:
15/02/2022 as 14:54
De olho na Engenharia
Sabão ajuda a despoluir rios e protege tradições incas no Peru

Muitas famílias peruanas continuam lavando suas roupas na beira dos rios do país. A fórmula dos sabões e detergentes que costumamos usar, por sua vez, polui a água, que geralmente segue seu curso e abastece grandes cidades. Pensando nisso, uma empresa de água mineral desenvolveu um sabão em barra que ajuda a despoluir os rios.

Entre uma parceria entre a marca de águas Andea e a startup Cirsys, foi criado a Awa. O sabão em barra possui microrganismos com funções probióticas que se alimentam de substâncias que comumente poluem os rios da região. A empresa de água tem como objetivo conservar os rios, ao mesmo tempo que respeita as tradições peruanas.

Ao usar o sabão Awa, pequenas partículas com os probióticos são lançadas no rio, que em seguida se prendem em pedras e algas. Após a liberação dos microrganismos, estes já começam a trabalhar em prol do rio, além de ter deixado as roupas dos peruanos limpinhas. Esta tradição peruana de lavar roupas na beira do rio é uma herança do povo inca. O momento continua sendo, até os dias de hoje, uma forma de socialização entre os moradores de regiões com rios, em especial as mulheres.

Após dois anos de pesquisas para a elaboração do produto, a Andea começou a distribuir de maneira gratuita os sabões entre os moradores das regiões com rios. Na expectativa de multiplicar a iniciativa mundo a fora, a empresa tornou pública a fórmula para a produção da barra. Estudos apontam eficácia de mais de 70% na limpeza dos rios com ação de substâncias em sabonete. A estimativa é que 159 milhões de pessoas ao redor do mundo bebem água não tratada de rios, lagoas, riachos, etc. Com a implementação do sabão, a Andea garante que a qualidade da água pode ser melhorada em, pelo menos, 75%.

Fonte: The Greenest Post