Esse trem viajou mais de 2,8 mil quilômetros com apenas um tanque de hidrogênio

por:
28/03/2024 as 18:04
De olho na Engenharia
Esse trem viajou mais de 2,8 mil quilômetros com apenas um tanque de hidrogênio

Em uma impressionante demonstração de inovação e sustentabilidade, um trem movido a hidrogênio da Stadler Rail, uma empresa suíça especializada em veículos ferroviários, estabeleceu um novo recorde mundial.

Este feito foi certificado pelo Guinness por conseguir viajar por quase dois dias, cobrindo uma distância de 2.803 quilômetros, sem necessitar de reabastecimento.

Tecnologia a favor do meio ambiente
O protagonista dessa história é o Flirt H2, um trem de passageiros que utiliza células de combustível de hidrogênio para operar.

Essa tecnologia, além de promover viagens de longa distância sem emissões prejudiciais, apenas vapor d’água, representa uma alternativa viável para rotas não-eletrificadas ou parcialmente eletrificadas, onde os trens a diesel ainda são comuns.

O Flirt H2 foi desenhado não apenas para ser uma opção mais verde, mas também para superar os desafios de autonomia que as baterias enfrentam.


Ele possui dois vagões equipados com tanques de hidrogênio e células de combustível, que geram energia para uma bateria integrada, alimentando seu sistema de acionamento elétrico.

Isso lhe permitiu superar a marca anterior de autonomia para um trem a bateria, também da Stadler Rail, que havia percorrido 224 km em um único uso.

Detalhes do feito histórico
O recorde foi alcançado após mais de 46 horas de viagem contínua no circuito de testes da ENSCO, em Pueblo, Colorado, começando na noite de 20 de março.

A equipe de engenheiros se alternou nos controles durante a jornada, marcando um momento histórico para o transporte ferroviário com a maior distância já percorrida por um trem de passageiros movido a hidrogênio sem pausas para reabastecer.

O Flirt H2, inicialmente desenvolvido para a Autoridade de Transporte do Condado de San Bernardino, na Califórnia, pode alcançar uma velocidade máxima de 127 km/h, com uma autonomia de 460 km por reabastecimento de hidrogênio. Este teste, no entanto, superou todas as expectativas.

“Este recorde mundial estabelece a faixa de desempenho ideal de nossa versão a hidrogênio da unidade múltipla elétrica Flirt mais vendida, o Flirt H2”, disse o Dr. Ansgar Brockmeyer da Stadler. “Esta é uma conquista monumental de toda a nossa equipe e estamos muito orgulhosos de deter outro título recorde.”

Além dos pedidos já confirmados na Califórnia, a Stadler informou sobre contratos assinados com dois operadores ferroviários na Itália para fornecer 15 trens movidos a hidrogênio.

Fonte: Olhar Digital / Engenharia Hoje / Foto: Divulgação / Stadler Rail