Cientistas desenvolvem vidro capaz de se decompor em 2 dias

por:
18/01/2024 as 09:44
De olho na Engenharia
Cientistas desenvolvem vidro capaz de se decompor em 2 dias

O vidro biodegradável foi criado por pesquisadores na China

O vidro é produzido com a mistura de dióxido de silício (presente na areia), calcário e sódio em fornos de alta temperatura. São várias as etapas até se chegar ao resultado: um material útil no dia a dia, mas que quando chega ao fim de seu ciclo de uso leva cerca de cinco mil anos para se decompor. Isso ocorre porque as tres matérias-primas citadas não se decompõem naturalmente no ambiente. Buscando uma alternativa, pesquisadores do Instituto de Engenharia de Processos (IPE) da Academia Chinesa de Ciências conseguiram desenvolver um vidro biodegradável.

Para alcançar o feito, os cientistas apostaram na mudança na composição do vidro usando aminoácidos e peptídeos – ambos podem ser decompostos pela matéria orgânica. Em testes de laboratório, o vidro derivado de aminoácidos degradou-se após apenas dois dias, enquanto o vidro à base de peptídeos demorou cerca de cinco meses para se decompor.

O grupo de pesquisa liderado pelo professor YAN Xuehai usou aminoácidos e peptídeos quimicamente modificados para fabricar vidro biomolecular com características de biodegradabilidade e biorreciclabilidade.

“Os pesquisadores rastrearam a capacidade de formação de vidro, os parâmetros cinéticos e termodinâmicos relacionados à transição vítrea do material, bem como o desempenho do vidro in vitro e in vivo”, detalha a Academia Chinesa de Ciências em nota.

Segundo a instituição, o vidro biomolecular baseado em derivados de aminoácidos ou peptídeos apresentou uma combinação única de propriedades funcionais e características ecologicamente corretas, incluindo excelentes características ópticas, boas propriedades mecânicas e processabilidade flexível, bem como a desejada biodegradabilidade e biorreciclabilidade.

Benefícios e aplicação comercial
Os benefícios ambientais do vidro biodegradável incluem a diminuição da extração de matérias-primas e a redução da dependência de métodos de reciclagem com uso intensivo de energia. Entretanto, não há nenhuma previsão de quando seu uso será aplicado na indústria.

Diagrama esquemático da construção do vidro biomolecular e suas propriedades únicas. | Imagem de XING Ruirui

“O conceito de vidro biomolecular, além dos vidros ou plásticos usados comercialmente, pode ser a base de uma tecnologia de ‘vida verde’ para um futuro sustentável”, diz o Prof. YAN. “No entanto, o vidro biomolecular está atualmente em fase de laboratório e longe de ser comercializado em larga escala”.
O estudo sobre o vidro ecológico foi publicado na Science Advances.

O que fazer até lá
Enquanto essa grande descoberta não sai dos laboratórios para as prateleiras do comércio, ainda teremos que lidar com o descarte correto do vidro. O vidro tradicional não se degrada facilmente na natureza, mas pode sim ser reciclados se encaminhados para pontos de reciclagem. Confira aqui 4 mitos e verdades sobre a reciclagem do vidro e 6 dicas para separar o vidro para reciclagem.

Fonte: Ciclo Vivo / Foto: Divulgação