GWM vence disputa legal contra VW e pode lançar ‘Fusca’ elétrico no Brasil

por:
25/04/2024 as 08:19
De olho na Engenharia
GWM vence disputa legal contra VW e pode lançar ‘Fusca’ elétrico no Brasil

Apesar da decisão, por enquanto a GWM não tem interesse de comercializar o modelo no Brasil.

A chinesa GWM conseguiu, no dia 4 de março, derrubar na Justiça uma liminar que a impedia de vender em território brasileiro os modelos Ora Punk Cat e Ora Ballet Cat. A decisão de impedimento havia sido pedida pela Volkswagen que alega que os carros são “muito parecidos” com o icônico Fusca. Segundo a GWM, por enquanto não há interesse de comercializar os modelos no Brasil.

De acordo com reportagem do jornal O Globo, todo debate começou em novembro de 2021 quando a chinesa conseguiu um registro de desenho industrial dos dois modelos junto ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial). Tanto o Ora Punk Cat equando o Ora Ballet Cat não são vendidos aqui no Brasil, mas são bem similares ao Fusca.

Meses após o registro, a Volkswagen contestou a decisão do INPI na Justiça alegando “ausência de inovação”.  Em fevereiro de 2023 a montadora alemã conseguiu uma liminar que foi suspensa agora em março deste ano. A 1ª turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região acolheu os argumentos da GWM. A chinesa diz que não há concorrência desleal, uma vez que o Fusca deixou de ser produzido no Brasil em 1996.

A Volkswagen recorreu da decisão da Justiça, mas o mérito ainda não foi apreciado. O processo ainda pode subir para outras instância do Poder Judiciário.

Um ano de GWM no Brasil
Neste mês de abril, a GWM completou um ano do início da comercialização dos seus veículos no país, com a linha de SUVs híbridos e plug-in Haval H6 (HEV, PHEV e GT), e desde dezembro, com a linha elétrica ORA 03 (Skin e GT).

Imagem: Divulgação / GWM

Com previsão inicial de vender 700 veículos mensalmente, a empresa superou essa expectativa e vendeu quase 1.000 unidades já no primeiro mês, o que equivale a 15% do mercado de eletrificados, alcançando a liderança no segmento dos modelos híbridos logo na estreia.

De lá pra cá, as vendas cresceram, somando no acumulado do ano (abril a dezembro) 10.703 unidades da linha Haval, e atingindo nos últimos 12 meses (abril/2023 a março/2024) a liderança tanto no segmento dos híbridos (14.407 veículos) quanto no segmento dos carros premium, acima de R$ 300 mil (4.821 unidades).

Fonte: exame.com / Imagem: Divulgação / GWM