Vigas de plástico reciclado impressas em 3D superam vigas de concreto e de aço

por:
16/06/2021 as 20:18
De olho na Engenharia
Vigas de plástico reciclado impressas em 3D superam vigas de concreto e de aço

Pesquisadores da Universidade Politécnica de Valência, na Espanha, criaram e patentearam um novo sistema de fabricação de vigas que promete “revolucionar” os setores de arquitetura, construção e da engenharia civil. São fabricadas em pequenos blocos plásticos impressos em 3D, facilmente transportáveis, que podem ser montadas como se fossem módulos LEGO. As vigas são reforçadas com elementos que garantem a rigidez da sua estrutura, sem usar nenhum componente metálico.

Suas vantagens, segundo seus criadores, são múltiplas:

pesam até 80% menos que vigas de concreto ou metal, portanto grandes guindastes ou caminhões não são necessários para transportá-las e instalá-las;

economize tempo e custos em mão de obra e material;

elas podem ser impressas e montadas no local, tornando-as fáceis de instalar em qualquer lugar;

A tudo isto soma-se o aproveitamento do plástico reciclado como matéria-prima, dando assim uma nova vida a este produto e caminhando assim para uma construção mais sustentável.

Outra novidade do sistema idealizado pelos pesquisadores da UPV está na estrutura interna dos perfis poliméricos. “É uma estrutura em favo de mel, que permite reduzir o material plástico utilizado – e, portanto, seu peso – mantendo a rigidez estrutural”, afirma José Ramón Albiol, professor da Escola Técnica Superior de Engenharia de Edifícios (ETSIE) da Universidade Politécnica de Valência.

Essa geometria alveolar é inspirada na do osso humano na região da epífise, onde existe uma parte da camada óssea esponjosa, com uma estrutura trabecular – seria a formação alveolar – e a camada externa mais espessa onde está o osso compacto. “E é isso que transferimos para essas vigas revolucionárias, especificamente para os perfis. É um sistema natural muito inteligente e a sua replicação nestas vigas confere, com baixo peso estrutural, uma capacidade mecânica muito elevada”, acrescenta José Ramón Albiol.

Fonte: Engenharia é

  • Com esta engenharia, daria para fabricar outros como bancos de praças, rodovias…
    Acredito beneficiar se houver um acidente pois a estrutura de plástico acredito danificar menos do que a de concreyo

  • E o futuro para as grandes pontes e vão livres na construção civil acima de 10 m,um espetaculo🙏🙏🙏👍👍👏👏🧘🏿‍♂️🧘🏿‍♂️🧘🏿‍♂️🧘🏿‍♂️🍷🍷🍷

  • Ótimo destino para o plástico

  • Bom dia, gostaria de saber, qual a carga e o vão que esta viga suporta comparada com as vigas de aço e concreto com as mesmas dimensões.
    Obrigado

  • E a exposição ao sol de 45° á 40° junto com a maresia.
    Há estudo sobre a resistência a esse meio ambiente?

  • Boa tarde, interessante o material! Será que vocês poderiam entrar em contato comigo? Pois tenho uma idéia relacionado a material de rodovia. Desde de já agradeço!

  • Inovador

  • I
    nteressante!