O oásis da energia sustentável

por:
13/04/2021 as 11:00
De olho na Engenharia
O oásis da energia sustentável

Marrocos é conhecido por ser um dos países com maior incidência solar do Planeta Terra, mas com a energia predominantemente vinda de outras fontes. Porém, a situação promete mudar em um futuro próximo.

Para aproveitar o clima quente da região do Deserto do Saara e a grande quantidade de dias ensolarados, as autoridades do país – localizado no continente africano – prometem financiar a construção da maior usina de energia solar do mundo para 2020.

A previsão é que cerca de 2 bilhões de dólares sejam gastos no projeto da construção e instalação da usina, e a expectativa é que a iniciativa gere cerca de 500 MW de energia.

Apesar de ocupar um espaço muito grande – equivalente ao tamanho de Rabat, capital do Marrocos – o projeto promete, além de suprir a necessidade energética do país, exportar energia para a Europa.

A usina será construída na cidade de Ouarzazate, ou como é conhecida, “a porta do deserto”; e a tecnologia utilizada não será a mesma dos já conhecidos painéis fotovoltaicos. No projeto, serão utilizados espelhos curvados ligados a um líquido que, ao esquentar, transformam o calor em energia através de uma turbina a vapor.